| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Zona de Risco
Desde: 12/08/2005      Publicadas: 17      Atualização: 01/10/2005

Capa |  Desastres


 Desastres
  16/09/2005
  0 comentário(s)


INCÊNDIO MATA CINCO E DESTRÓI INDÚSTRIA DE PAPEL NO PARANÁ
Alguns operários que trabalhavam no local, disseram que o fogo começou com a explosão do motor de uma máquina cortadeira e em alguns minutos atingiu as enormes pilhas de bobinas de papel.
Caso histórico
O incêndio começou por volta das 15h, 19 de abril de 1983, em Telêmaco Borba, Paraná, destruiu por completo um depósito com 3.000 a 3.500 toneladas de papel de imprensa e papel kraft (para embalagem), afetou as estruturas do prédio onde estão localizadas as máquinas que fabricam o produto e atingiu os escritórios da empresa onde está recém instalado, um moderno sistema de computadores para serviço de faturamento. A indústria está totalmente paralisada e assim deverá continuar por alguns dias.

CAUSA :
Alguns operários que trabalhavam no local, disseram que o fogo começou com a explosão do motor de uma máquina cortadeira e em alguns minutos atingiu as enormes pilhas de bobinas de papel. Em menos de uma hora, alastrou-se por outros setores do prédio, alcançando o parque das máquinas, no segundo andar e os escritórios no erceiro andar.

EVACUAÇÃO :
Cerca de 400 pessoas trabalhavam no prédio, na hora em que começou o incêndio. Houve tumultos e um princípio de pânico. As imensas colunas de fumaça que se desprendiam das bobinas de papel no depósito situado no térreo, assustaram os operários e funcionários administrativos que estavam nos pavimentos superiores e muitos ameaçavam pular (altura de 15m a 20m).

CORPO DE BOMBEIROS :
125 soldados do Corpo de Bombeiros local, participaram da operação, 100 brigadistas da empresa e 25 bombeiros das cidades de Ponta Grossas e Apucarana. O Corpo de Bombeiros conseguiu controlar o incêndio após 12 horas de combate ao fogo.

SISTEMA DE SEGURANÇA :
Não houve coordenação no combate ao incêndio. Os operários tentaram combater o incêndio no depósito com os hidrantes instalados no local. O problema é que os hidrantes foram acionados ao mesmo tempo e isso tirou a pressão da água, que não alcançava os focos principais do incêndio.

VÍTIMAS :
200 pessoas com intoxicação ou ferimentos leves, 40 pessoas com problemas graves de intoxicação ou fratura e 05 mortes. Os cinco homens que morreram, aparentemente não conseguiram perceber a dimensão do incêndio nesses primeiros minutos e ao invés de correr para o pátio da fábrica, preferiram refugiar-se num canto do depósito.

DANOS MATERIAIS :
O fogo inutilizou equipamentos caríssimos, quase todos importados, como os gigantescos elevadores que transportavam o papel das máquinas produtoras no segundo andar para o depósito no térreo.
As duas mais importantes máquinas da linha de produção foram seriamente afetadas e vão permanecer paradas por muitos dias. A máquina de no 6 que tem capacidade para produzir até 300 t de papel de impressão por dia, teve a sua rebobinadeira e alguns de seus painéis eletrônicos destruídos.
Na mesma situação ficou a máquina no 7, que produz até 450 t/dia de papel para embalagens. A Klabin possui duas linhas de produtos na sua fábrica. A primeira, chamada linha branca é a do papel de imprensa e do papel amarelo usado para confecção de listas telefônicas.
A segunda é a linha marrom que produz o papel de embalagem. Ambas foram bastante atingidas pelo fogo. Toda fiação elétrica da fábrica foi danificada. perda total dos computadores que foram instalados na produção, que ainda não estavam sendo utilizados (recém instalados).

LUCROS ESSANTES :
A linha branca demorará 10 dias para retornar a atividade. Isso pode significar um abalo no mercado de papel de imprensa. A Klabin produz 900 t desse papel por mês e abastece 35% do mercado nacional. A linha marrom, que produz mais de 20.000 t/mes, poderá se restabelecida dentro de 03 dias. A Klabin tem um faturamento mensal de aproximadamente de US $ 8.800.000,00.

ESTIMATIVA DOS PREJUÍZOS :
1-US$ 2.198.000,00 referente pela perda de milhões de toneladas de papel estocadas.
2-US$ 4.400.000,00 por estragos nos equipamentos, máquinas e nas estruturas do prédio. Essa estimativa dos prejuízos não levam em consideração os lucros cessantes.

SEGURO:
Todos os prejuízos deverão ser cobertos pelo seguro .

TEMPO DE PARALISAÇÃO DA FÁBRICA :
Estimativa de retorno à atividade, no máximo 15 dias.
  Autor: ACCA


  Mais notícias da seção Artigos Técnicos no caderno Desastres
01/10/2005 - Artigos Técnicos - RAIO ATINGE TANQUE DE ÁLCOOL EM PONTAL (SP)
O incidente foi causado por um raio, que atingiu o tanque. Cerca de 200 pessoas estavam no local na hora do acidente. ...
25/09/2005 - Artigos Técnicos - INCÊNDIO DESTRÓI SHOPPING EM MARINGÁ
O prédio onde funcionava o shopping tinha mais de 30 anos, mas havia passado por uma reforma há um ano e meio. ...
10/09/2005 - Artigos Técnicos - Incêndio no aeroporto Santos Dumont
A estrutura dos prédios, sem paredes e com muitas divisórias, teto com material combustível, facilitaram a propagação do fogo....
04/09/2005 - Artigos Técnicos - Explosão em indústria de alumínio
A explosão estremeceu as residências, quebrou janelas e vidros e foi sentida a cerca de 40 km....
26/08/2005 - Artigos Técnicos - Década de 30 - Condições de Trabalho
As condições de trabalho na época eram precárias. Ainda não existia a mentalidade de segurança...
24/08/2005 - Artigos Técnicos - MÁQUINA MORTÍFERA - ÁLCOOL E CARRO
O consumo de bebidas alcoólicas, mesmo que não excessivo, é causa, direta ou indireta, de inúmeros acidentes de trânsito de que resultam milhares de vítimas, já que este é um depressor que prejudica as capacidades psicofisiológicas....
24/08/2005 - Artigos Técnicos - Sanduíche explode no rosto de cliente
"Logo que mordi o sanduíche, ele explodiu em minha boca e um líquido quente queimou o meu rosto, pensei que fosse gordura quente e fiquei desesperada" disse a cliente. ...
20/08/2005 - Artigos Técnicos - Gerenciamento de Crises
Cedo ou tarde elas ocorrem, mas há maneiras de minimizá-las (eventualmente até evitá-las), através do gerenciamento de crises....
20/08/2005 - Artigos Técnicos - Fumar ou não Fumar
Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, o consumo de tabaco no país é responsável por 200 mil mortes por ano....
20/08/2005 - Artigos Técnicos - Estouro de garrafa de Coca-Cola
Perda total da visão do seu olho direito depois que uma garrafa de Coca-Cola de 290 ml estourou na altura do gargalo, e os estilhaços atingiram seu rosto. ...
18/08/2005 - Artigos Técnicos - Trânsito x álcool
Queridos paisCada 15 minutos, alguém morre como resultado de colisão sob influência do álcool . Hoje, morri, e não tive a oportunidade de contar a vocês.Propaganda veiculada nos Estados Unidos para jovens " Every15minutes...
18/08/2005 - Artigos Técnicos - Acidentes acontecem
"Viver é perigoso, o que temos de fazer é construir certo patamar de segurança para poder viver com alguma tranqüilidade, e não acrescentar mais perigos do que a vida por si só já apresenta". "Viver é perigoso, mas navegar é preciso". Gilberto de Mello Kujawski...
17/08/2005 - Artigos Técnicos - Fogo destrói fábrica da Du Loren em Vigário Geral
O fogo foi causado por um curto-circuito no primeiro andar....
14/08/2005 - Artigos Técnicos - Crianças em perigo
Maior índice de acidentes acontece com o segmento infantil a partir dos cinco anos de idade...
13/08/2005 - Artigos Técnicos - Incêndio no Mc Donald's
Em Junho de 1990, um incêndio destruiu as instalações da lanchonete Mc Donald's na av. Juscelino Kubitschek, esquina com a r. Dr Renato Paes de Barros, São Paulo....
12/08/2005 - Artigos Técnicos - Máquina Mortífera - Álcool e Carro
O consumo de bebidas alcoólicas, mesmo que não excessivo, é causa, direta ou indireta, de inúmeros acidentes de trânsito de que resultam milhares de vítimas....



Capa |  Desastres
Busca em

  
17 Notícias